News Clips

PSI in the Jornal de Angola | Published 09.16.10

Filter News By

A Organização Não Governamental americana, Serviço Internacional para a População (PSI) procedeu na sexta-feira à apresentação dos resultados de pesquisas qualitativas denominadas “Focos Malária”, levadas a cabo desde o ano passado nas províncias de Malange e Benguela.
A pesquisa visa essencialmente a mudança de comportamentos quanto ao não uso de mosquiteiros por parte dos habitantes, principalmente as mulheres grávidas das zonas urbanas e suburbanas das referenciadas províncias.
O encontro, que decorreu no Salão Nobre da Administração Municipal de Malange, contou com a presença de 30 individualidades, entre membros do Fórum Provincial de Combate à Malária, representantes das instituições públicas, privadas e sociedade civil organizada.
O Serviço Internacional para a População tem efectuado também pesquisas quantitativas que têm a ver com a importância e o uso correcto do mosquiteiro.
Chamada a proceder à abertura do evento, a administradora municipal de Malange, Teresa Dias de Abreu, salientou que o estudo qualitativo sobre a malária, realizado em Benguela e Malange, tem por objectivo a identificação das barreiras no tocante ao uso do mosquiteiro. O oficial do programa da malária, Mayala António, frisou que a filosofia do controlo e combate da malária em Angola abarca quatro componentes essências, designadamente, prevenção, diagnóstico, tratamento e promoção da saúde.
“Estudos realizados em países como o Canadá e a China indicam que a utilização correcta de mosquiteiros pode reduzir em 60 por cento os níveis de prevalência da malária, em regiões consideradas endémicas”, acrescentou o responsável.
Mayala sublinhou que para o combate à malária “tem de se ter em conta dois aspectos importantes: a disponibilidade de mosquiteiros por parte da população e uma maior divulgação sobre o seu uso correcto”.
Os estudos em torno desta enfermidade, referiu, são financiados pelo Fundo Global, e por outros parceiros envolvidos na luta contra a malária, disse ao Jornal de Angola o director de Comunicação e Marketing, da PSI, Luís Fernandes.

Read article here


Related content by category
Country: Africa - Eastern, Angola
Health Areas: Malaria